top of page
Buscar
  • (Noé Neto)

Em tempos de opressão, fico com a educação


Outubro é um mês especial, nele se comemora o dia do idoso e também o das crianças, o dia do professor, do médico, do dentista e do fisioterapeuta, o dia do livro e da poesia. Isso sem falar no outubro rosa, quando os cuidados com a saúde da mama são mais intensificados. Por isso, esse mês deve ser festejado intensamente. Aproveito então a oportunidade para homenagear a todos os "festeiros" do mês 10. Como são muitos, resolvi escolher um para destacar hoje e, por conhecimento de causa, vou falar do professor. Não acho que precisaria, mas fui buscar no dicionário a definição da palavra professor e sem espanto encontrei: "Aquele que ensina uma arte, uma .atividade, uma ciência, uma língua etc;




aquele que transmite conhecimentos ou ensinamentos a outrem." (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013). Creio que esta também seria a definição que a maioria das pessoas daria: "aquele que ensina algo". Mas apenas isto define um professor? Definitivamente, não. No passado, aprender ciências da natureza, linguagens, matemática, música e etc, era privilégio de alguns poucos, apenas os filhos de nobres o possuíam. Ter conhecimento para transmitir os ensinamentos aos privilegiados era sinal de superioridade, até mesmo de poder. Se formos à Grécia antiga encontraremos Pitágoras e veremos o quanto ele e seus seguidores influenciaram e influenciam no conhecimento das leis da natureza, veremos a imagem de um imponente professor, muitas vezes taxado como louco ou diabólico, mas que por seus trabalhos se tornou uma figura política de destaque em diversas áreas. Assim notamos que o professor não é só aquele que ensina, é também aquele que enfrenta os obstáculos para se tornar um formador de opinião. Adiantando um pouco mais na história, na Itália nos deparamos com Galileu Galilei e seu exemplo de professor persistente.

Da falta de instrumentos necessários para realização dos experimentos, medindo o movimento pendular do candelabro pelas batidas do próprio coração, passando pela perseguição que o levou a abjurar suas ideias publicamente e chegando ao trabalho contínuo e incessante, mesmo em "prisão domiciliar". Galileu nos mostra que a perseguição àqueles que querem ensinar inovando não é novidade, mas além disso, ele nos ensina que professor é também sinônimo de persistência nas adversidades. Saindo da Itália e vindo para o Brasil, entre 1921 e 1997, encontraremos Paulo Reglus Neves Freire, ou simplesmente, Paulo Freire. Considerado por muitos o maior brasileiro de todos os tempos, Freire foi premiado mundialmente várias vezes por seu trabalho na educação. Entre as honrarias, destaco os títulos de doutor Honoris Causa concedidos a ele por 27 universidades diferentes. Paulo Freire e sua pedagogia da autonomia nos mostram que o professor não é só aquele que ensina, é ele também quem tem a chave para libertar o oprimido das amarras do opressor. É por estes três exemplos em épocas bem distintas e pelas centenas de outros exemplos de hoje, da nossa cidade, das nossas escolas, que volto a afirmar: definir o professor como aquele que ensina algo é uma definição, no mínimo, incompleta. Houve um tempo em que ser professor era sinônimo de status. Acredito que muitos eram apenas por questão social. Houve um tempo em que ser professor (principalmente professora), era a única opção, acredito que muitos se tornavam professores apenas para mostrarem que seguiriam um caminho diferente daquele previamente traçado. Hoje é um tempo em que ser professor é um gesto de amor. Só quem ama muito o que faz e sabe da real importância de sua profissão na construção da sociedade se sujeita a trabalhar longas jornadas, com baixa remuneração, desvalorização profissional e sem reconhecimento social. Acredito que chegará um tempo em que o oprimido ganhará autonomia, sairá da caverna e verá a luz de verdade, neste dia todos nós, professores, nos sentiremos realizados, pois teremos nossa maior recompensa: uma sociedade sem medo de lutar contra a opressão.

Prof. Msc Noé Comemorável. Escola "Prof. Jairo Grossi" Centro Universitário de Caratinga - UNEC Escola Estadual Princesa Isabel



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page