top of page
Buscar
  • Por: Alison Maia

EX PRESIDENTE DO DEMAE FLÁVIO CANEDO, A DEPUTADA FEDERAL MAGDA MOFATTO E UM EX DIRETOR DO ÓRGÃO SÃO


Os promotores de justiça Rafael de Oliveira e Pedro Baltrame do Ministério Público de Caldas Novas ofereceram denuncia contra o ex presidente do DEMAE hoje presidente estadual do PR Flavio Canedo, a Deputada Federal Magda Mofatto e o ex diretor comercial Eledir José dos Reis que hoje trabalha no grupo Di Roma. Segundo a denuncia do Ministério Público Flávio aproveitando da condição de presidente adulterou no sistema com a participação do diretor comercial contas atrasadas de esgoto do empreendimento de sua companheira a deputada Magda Mofatto. Flavio junto com comparsas além de suspender as contas antigas que estavam em atraso, ainda adulterou os valores que antes chegavam a mais de 8 mil reais e após a adulteração passou a ser cobrado apenas pouco mais de 2 mil reais causando enorme prejuízos aos cofres públicos para beneficiar as empresas de Magda Mofatto. O acusado ainda tentou de todas as formas retardar a cobrança das taxas antigas de esgoto levando quase a extinção do processo. Segundo a denuncia dos promotores, os valores que não foram pagos pela empresa Di Roma entre os períodos de 1995 a 2008 chegam a mais de 400 mil reais e até a data do último dia 12 de março ultrapassam mais de 1 milhão de reais. Na denuncia os promotores ainda apontam que por cerca de 03 anos enquanto esteve a frente do DEMAE, Flavio Canedo não deu andamento a ação de cobrança contra as empresas da esposa e que se não fosse as diligencias do juiz da comarca de Caldas Novas a divida poderia ter sido em parte extinta. O Ministério Público também denunciou a deputada Magda por ter sido ela quem indicou Flavio e por ter permanecido inerte e consciente das falcatruas inclusive pagando as taxas bem reduzidas tranquilamente sem questionar, sendo assim participando da ação do companheiro. Na ação o Ministério Público pede a condenação dos acusados por improbidade administrativa e bloqueio de bens em mais de 1 milhão de reais para devolver aos cofres públicos os prejuízos causados.

Alison Maia - Plantão Policial


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page